A batalha na zona de rebaixamento do Brasileirão 2023

Times

Depois dos jogos de quarta-feira, 18, times que lutam contra o rebaixamento venceram na 27ª rodada e deixaram a competição ainda mais disputada na parte de baixo da tabela.

O equilíbrio do Brasileirão é conhecido em todo mundo, porém a atual conjuntura na briga contra o rebaixamento é impressionante, pois do 12º até o 18º colocado há uma diferença de apenas 2 pontos.

Na noite de quarta-feira Goiás, Vasco e Bahia venceram os seus confrontos em seus domínios. Na quinta-feira, 19, Santos, Corinthians e Cruzeiro encerram a rodada, em busca de se distanciar da zona perigosa.

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroInstagramFacebook e X.

brasileirao 2023 relegation zone

Goiás 2×0 São Paulo

O Goiás venceu o São Paulo na Serrinha e se recuperou do jejum de 7 jogos sem vencer no campeonato.

Depois de um início de jogo muito truncado, com muitas faltas, o Goiás abriu um placar com um gol antológico de Hugo. Aos 9 minutos, Guilherme Marques cobrou escanteio aberto na direção de Hugo sem marcação que, sem deixar a bola cair, acertou um chute perfeito de primeira no ângulo de Rafael, que sequer se mexeu.

Com a vantagem no placar, o Goiás se fechou em seu campo e “deu” a bola para o São Paulo jogar. O Tricolor pouco fez com a posse de bola extremamente superior e ainda foi castigado no último minuto do primeiro tempo, em falha bizarra de Alisson. O meia tentou carregar a bola no campo de defesa e acabou desarmado por Morelli, que disparou, passou com muita tranquilidade por Diego Costa e, cara a cara com o goleiro, balançou as redes.

No início segunda etapa, aos 5 minutos, João Magno recebeu lançamento do campo de defesa, ficou cara a cara com Rafael e deu uma cavadinha, a bola foi muito fraca e Beraldo mandou para escanteio.

Aos 33 minutos, novamente em ligação direta, o Goiás levou perigo. Tadeu quebrou para o ataque, Diego Costa escorregou e a bola sobrou para Vinícius que passou por Rafinha e bateu, mas foi travado por Beraldo.

Aos 40 minutos, Higor Meritão aproveitou o escanteio e cabeceou, a bola chegou a desviar em David e carimbou a trave de Rafael.

Com a derrota, o técnico Dorival Júnior demonstrou insatisfação com o desempenho do tricolor fora de casa e disse na coletiva:

“Temos que ter consciência que o campeonato não acabou. Isso realmente incomoda, não temos feito resultados longe dos nossos domínios. Não é saudável para uma equipe como a nossa, até pelo volume que nós temos, como trabalhamos em cima do adversário e os resultados não acontecem. Gera preocupação grande, mas temos que continuar trabalhando para melhorar”.

Times

Foto: Iconsport

Vasco 1×0 Fortaleza

Impulsionado pelo seu torcedor, no São Januário lotado, o Vasco venceu o Fortaleza com o primeiro gol de Payet.

Nos 10 minutos iniciais o Vasco havia criada 2 grandes chances. Primeiro com Payet, que recebeu passe de Pec, mas parou em João Ricardo e, posteriormente com um milagre do goleiro do Fortaleza. Payet cruzou buscando Vegetti, mas no meio do caminho Tinga interceptou e quase encobriu João Ricardo, que fez a defesa com a ponta dos dedos.

Aos 25 minutos, Piton ganhou a disputa com Zé Welison e tocou para Praxedes pela esquerda da área. O meia mandou uma bomba e João Ricardo defendeu mais uma vez.

Aos 31 minutos, Payet avançou pelo meio e tocou para Praxedes invadindo a área. Ele bateu de canhota no canto do goleiro, que mandou para escanteio.

Depois de tanto insistir e criar, o Vasco abriu o placar aos 12 minutos da segunda etapa. Praxedes acionou Payet pelo meio, o francês puxou pra canhota e chutou no canto de João Ricardo, rente à trave, levando a torcida a loucura.

Aos 14 minutos o Fortaleza quase empatou. Yago Pikachu recebeu cruzamento no segundo pau e ajeitou para o meio da área. Pochettino apareceu sozinho, cabeceando da pequena área, mas Léo Jardim fez grande defesa.

O Fortaleza tentava na bola aérea e chutes de média distância, mas esbarrou em noite inspirada de Léo Jardim. O Vasco, por sua vez, tentava matar o jogo no contra-ataque, mas não conseguiu e o jogo terminou em 1×0 para o Gigante da Colina.

Bahia 1×0 Internacional

Com 3 gols anulados por impedimento, o Bahia venceu o Internacional e deixou o Colorado em situação perigosa no Brasileirão.

Em um primeiro tempo tecnicamente fraco, o Inter teve uma chance com Luiz Adriano e o Bahia com Cauly, mas sem levar muito perigo.

No final do primeiro tempo, no primeiro chute a gol, o Bahia abriu o placar. Aos 43 minutos, Biel recebeu perto do círculo central, avançou até a meia lua e bateu no cruzado para marcar o gol solitário da partida.

Na segunda etapa o Bahia teve 3 gols anulados, corretamente, por impedimento. Enquanto o Inter acertou a trave na cabeçada de Mercado e teve chances de empatar com Maurício.

Times Biel em Bahia x Internacional — Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

América-MG 1×2 Botafogo

O líder Botafogo venceu o lanterna América no Independência. Júnior Santos marcou os dois gols do Fogão e Benítez, em bela jogada, fez para o Coelho

Grêmio 1×2 Atheltico-PR

O Furacão venceu o Grêmio de virada na Arena. Besozzi abriu o placar para os mandantes, Zapelli empatou ainda na primeira etapa e, nos acréscimos, Kaique Rocha marcou o gol da vitória do Atheltico.

Coritiba 0x3 Cuiabá

O Cuiabá não tomou conhecimento do Coxa e venceu com tranquilidade no Couto Pereira. Deyverson abriu o placar de cabeça, Pitta ampliou em um golaço e Raniele fechou a conta.

Escrito por Henry Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Brasileirão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir