Flamengo 3×0 Palmeiras e São Paulo 1×0 Bragantino

Flamengo

Flamengo tem noite mágica no Maracanã, se impõe e massacra Palmeiras, enquanto Bragantino é derrotado pelo São Paulo na Vila Belmiro e perde a chance de dormir na liderança.

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroInstagramFacebook e X.

Flamengo 3×0 Palmeiras

Com a vitória maiúscula sobre o Palmeiras, o Flamengo desempenhou um jogo coletivo espetacular e consequentemente as individualidades apareceram. Dessa forma, se “recolocou” na disputa pelo título do Brasileirão e agora tem apenas 3 pontos a menos que Botafogo e Palmeiras, líder e vice-lider.

O início do jogo foi bastante disputado, com chances para os dois lados. O Flamengo assustou primeiro, aos 7 minutos Arrascaeta cruzou e Pedro cabeceou para defesa de Weverton. No rebote, Cebolinha mandou uma bomba de primeira e o goleiro defendeu mais uma vez.

O Palmeiras respondeu em duas chances com Breno Lopes. Aos 13 minutos, Endrick passou por 2 marcadores, foi a linha de fundo e cruzou para Breno Lopes que, na pequena área, foi atrapalhado por Matheuzinho e não conseguiu finalizar.

Aos 14 minutos, Raphael Veiga ficou com a bola na ponta esquerda e tocou para Breno Lopes atrás. O atacante bateu com muitos marcadores na frente e Rossi defendeu no “susto” para escanteio.

O Rubro-Negro abriu o placar aos 17 minutos. Pulgar carregou a bola pelo meio e encontrou um passe magistral para Pedro, que teve tranquilidade para bater na saída de Weverton e enlouquecer a torcida Flamenguista.

Brasileirão: Flamengo vence o Palmeiras e ainda sonha com o título; veja os melhores momentos – Tribuna Norte Leste

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Depois do gol, o Flamengo passou a dominar as ações do jogo, criando diversas oportunidades e sofrendo pouco na defesa.

Aos 20 minutos, Everton Cebolinha passou por Gustavo Gómez e Zé Rafael e bateu colocado de fora da área. Weverton fez boa defesa e foi buscar no ângulo.

O Rubro-Negro ampliou aos 28 minutos. Rossi lançou Cebolinha, que puxou pro meio e cruzou entre os defensores, para Arrascaeta, que apareceu livre para testar pro fundo das redes.

Aos 30 minutos, Pedro tocou para Luiz Araújo em profundidade. O atacante entrou na área, mas ao tentar o arremate, isolou.

Para a segunda etapa, Abel Ferreira se desfez do esquema de três zagueiros, tirou Luan e Richard Ríos para colocar Luís Guilherme e Fabinho em busca da reação. Contudo seus planos foram logo aos 2 minutos, pois Gustavo Gómez recebeu o cartão vermelho direto depois de dar uma espécie de gravata em Arrascaeta. O zagueiro foi enganado pelo quique da bola e o uruguaio teria o campo adversário livre sem marcadores para avançar.

Com um jogador a menos, o Palmeiras ficou exposto e tomou o terceiro gol aos 18 minutos, em uma linda jogada coletiva do Flamengo. Matheuzinho tocou para Arrascaeta, que escapou da marcação de Murilo e acionou Cebolinha, a bola voltou para o maestro uruguaio que enfiou para Ayrton Lucas. O lateral cruzou no segundo pau, Gerson escorou para o meio e o artilheiro Pedro, se antecipou e marcou seu segundo gol na partida.

Palmeiras é massacrado pelo Flamengo e perde chance de virar líder

 Foto: Gilvan de Souza/CRF

Com o 3×0 no placar, o Flamengo apenas administrou o resultado, sem correr riscos. Ao final da partida a torcida rubro-negra gritou “olé” e “mais um”, em um clima de muita festa com o time de volta à briga pelo título do Brasileirão

São Paulo 1×0 Bragantino

Jogando na Vila Belmiro, por conta de shows no Morumbi, o Bragantino teve atuação abaixo de seu padrão e foi derrotado pelo São Paulo, perdendo a chance de dormir na liderança.

Logo no primeiro minuto, Henry Mosquera fez boa jogada individual e a bola sobrou para Helinho cara a cara com o Rafael, que fez boa defesa. O bandeira assinalou o impedimento de Helinho, contudo a posição era legal.

Aos 8 minutos, Juan foi lançado, ganhou a disputa com Léo Ortiz e tocou para Luciano dentro da área, que bateu cruzado para Cleiton encaixar.

Aos 12 minutos, Juan encontrou Luciano, dessa vez na entrada da área. O camisa 10 bateu, a bola desviou na zaga e Cleiton, que pulava pro lado direito, voltou para fazer a defesa.

Aos 38 minutos, Wellington Rato recebeu na direita, puxou pro meio e bateu de canhota, mas a bola saiu no meio, sem força.

Aos 43 minutos, um lance inacreditável. Wellington Rato levantou falta na área, Arboleda desviou para o gol e Juninho Capixaba hesitou na hora de afastar dentro da pequena área. O lateral ensaiou deixar para Cleiton, mas furou na hora de afastar, e Michel Araujo chegou para mandar para o gol. Na dividida com o goleiro, a bola saiu em escanteio.

Depois de um Bragantino irreconhecível na primeira etapa, Pedro Caixinha colocou o time pra frente, promoveu as entradas e Thiago Borbas e Vitinho, nos lugares de Mosquera e Matheus Fernandes.

No primeiro minuto do segundo tempo, Borbas ajeitou para Aderlan na linha da área, mas o lateral isolou. Já aos 4 minutos, Helinho recebeu na direita, puxou pro meio e bateu para uma defesa tranquila de Rafael.

Aos 10 minutos, Helinho invadiu a área, foi ao fundo e cruzou. A zaga afastou e a sobra ficou com Sasha, na marca do pênalti, que tentou um voleio, mas a bola explodiu na marcação.

Aos 42 minutos, Caio Paulista foi ao fundo e passou por Talisson, que tentou o desarme com o carrinho, mas acabou acertando o lateral São Paulino. O árbitro não marcou o pênalti de imediato, porém depois de consulta no VAR assinalou a penalidade 3 minutos depois. Na cobrança, Erison bateu forte no meio, para dar a vitória ao Tricolor.

Com gol de Erison, São Paulo vence o Red Bull Bragantino na Vila (Photo by Ricardo Moreira/Getty Images)

Foto: Ricardo Moreira/Getty Images

Com a vitória, o São Paulo chega a 45 pontos e praticamente tira a chance de zona de rebaixamento, enquanto o Bragantino perde grande oportunidade na disputa do topo da tabela, mas ainda continua na briga.

 

Escrito por Henry Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Brasileirão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir