Pré-Olímpico: Brasil é derrotado e Argentina empata

Brasil Argentina

Na primeira rodada do quadrangular final do Pré-Olímpico, o Brasil foi derrotado para o Paraguai, enquanto a Argentina empatou com a Venezuela.

Vale lembrar que apenas as duas melhores seleções se classificam para os jogos Olímpicos 2024, que serão disputados em Paris.

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroInstagramFacebook e X.

Brasil 0x1 Paraguai

O Brasil, atual bicampeão Olímpico no futebol, fez mais uma partida sem inspiração e foi derrotado pelo Paraguai, se complicando para garantir sua vaga. Endrick, a maior joia desta seleção, perdeu pênalti na primeira etapa.

O Brasil teve 3 desfalques, que foram cortados do Pré-Olímpico por conta de lesão. O zagueiro Michel e o lateral-esquerdo Kaiki Bruno, além do meia Marlon Gomes.

A principal arma do Paraguai foi o jogo aéreo, criando suas principais chances dessa forma. Aos 7 minutos, o defensor paraguaio subiu bem e escorou para Flores, que cabeceou sobre o gol.

Aos 14 minutos, Endrick ficou driblou o goleiro, mas ao tentar o passe para John Kennedy errou e bola ficou com o Paraguai.

Aos 23 minutos, Peralta deu ótimo lançamento nas costas da defesa, mas Leguizamón bateu fraco, para defesa de Mycael.

Aos 25 minutos, Endrick se antecipou bem a marcação e sofreu o pênalti. Ele mesmo foi para cobrança, mas parou em González, que fez a defesa com os pés.

Endrick perde pênalti, Brasil é derrotado pelo Paraguai e se complica no Pré-Olímpico

Foto: CBF/Divulgação

Aos 32 minutos, Rivas cobrou lateral na área, Viera desviou e Fernández cabeceou. Mycael fez a defesa no reflexo.

Aos 42 minutos, Pirani tocou para Endrick, que dividiu com o zagueiro e deixou John Kennedy na cara do gol, mas o atacante do Fluminense mandou pra fora, perdendo um gol inacreditável.

O Paraguai abriu o placar aos 46 minutos, em sua especialidade, o jogo aéreo. Depois da cobrança de escanteio, a defesa afastou, Peralta deu um chutão e para o alto e Peralta cabeceou para o gol. A defesa e Mycael foram mal no lance.

Paraguai vence Brasil por 1 x 0 e dificulta a vida da Seleção no Pré-Olímpico

Foto: Federico Parra / AFP

Na segunda etapa, quando se esperava que o Brasil pudesse reagir, vimos um jogo muito fraco, com pouquíssimas chances.

O Brasil teve seu primeiro lance de perigo apenas aos 43 minutos. Marquinhos cobrou falta na área e Arthur Chaves cabeceou perto da trave.

Além do resultado desastroso, o péssimo desempenho é desanimador para acreditar em uma possível classificação para as Olimpíadas.

Argentina 2×2 Venezuela

Em um jogo com muito mais emoções que o anterior, a Argentina empatou com a Venezuela em 2×2, com o empate dos donos da casa nos últimos lances da partida.

Aos 11 minutos, Barco deu uma caneta maravilhosa no adversário e lançou para Solari. O atacante dominou e serviu Almada que bateu forte e acertou a trave.

Aos 15 minutos, a Venezuela abriu o placar. A jogada começou em uma bela triangulação, David Martínez avançou pela ponta esquerda e tentou o cruzamento, mas o goleiro Brey acabou interrompendo a trajetória da bola e fez gol contra.

Aos 38 minutos, a Argentina empatou. Barco cobrou falta na área e o goleiro venezuelano iria encaixar a bola com tranquilidade, contudo o capitão Vivas se atrapalhou e mandou contra o próprio patrimônio. Segundo gol contra da partida e empate da Albiceleste.

Argentina e Venezuela empatam em partida emocionante pelo Pré-Olímpico - Esportes - Campo Grande News

Foto: Conmebol

Aos 42 minutos, Barco e Ortega se desentenderam, jogando a bola na cabeça dos adversário, o que resultou na expulsão de ambos.

Confusão entre jogadores de Venezuela e Argentina em jogo do Pré-Olímpico

Foto: Leonardo Fernandez Viloria/Reuters

Na segunda etapa, a Argentina seguiu na pressão, enquanto a Venezuela tentava se segurar.

Aos 11 minutos, Lacava cobrou escanteio, Ferro conseguiu a finalização na pequena área e a bola passou muito perto da trave.

Venezuela empata com Argentina no fim e faz “decisão” com Brasil na quinta-feira

Foto: Federico Parra / AFP / CP

A Argentina chegou ao gol da virada aos 15 minutos. Almada fez boa jogada individual e tocou pra área. Depois da troca de passes de Solari e Castro, o próprio Almada apareceu para mandar para o fundo das redes. O camisa 10 argentino marcou seu quarto gol na competição.

No apagar das luzes, aos 50 minutos, foi assinalado pênalti a favor da Venezuela, após consulta no VAR. Depois da cobrança de falta, Lujan acertou o braço no rosto do adversário e foi expulso. Na cobrança, Kevin Kelsy bateu forte e deixou tudo igual.

Com o resultado, o Paraguai ocupa a primeira colocação com 3 pontos, Venezuela e Argentina em seguida com 1, enquanto o Brasil é o lanterna com 0 pontos.

 

Escrito por Henry Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Futebol Internacional

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir