2ª Rodada do Pré-Olímpico: Brasil vence e Argentina empata

Brasil Argentina

Depois de ser derrotado por 1×0 para o Paraguai na primeira rodada do quadrangular final, o Brasil se recuperou e venceu a Venezuela por 2×1, apesar de continuar apresentando um futebol pobre.

Em um jogo maluco, Argentina e Paraguai empataram em 3×3 com dois gols nos acréscimos.

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroInstagramFacebook e X.

Brasil 2×1 Venezuela

O Brasil teve uma atuação fraca mais uma vez, porém venceu a Venezuela e continua vivo na briga por Paris 2024.

Aos 3 minutos, Endrick deu um passe de calcanhar espetacular para Maurício na entrada da área. O meia tocou para Marquinhos, que bateu colocado tirando do goleiro, mas Rivas afastou de cabeça em cima da linha. Foi o único lance de perigo para o Brasil na primeira etapa.

Aos 10 minutos, Andrey perdeu a bola para Segovia no meio campo. O atacante venezuelano avançou e bateu no cantinho, para boa defesa de Mycael.

Depois de uma primeira etapa sem inspiração, as duas equipes, principalmente a Venezuela, fizeram um segundo tempo mais animado.

Brasil vence a Venezuela no Pré-Olímpico - Lance!

Foto: Joilson Marconne/CBF

Aos 5 minutos, a Venezuela cruzou na área e após bate rebate, Kelsy finalizou, a bola passou por baixo das pernas de Mycael e Arthur Chaves tirou em cima da linha.

O Brasil abriu o placar aos 11 minutos. Pirani cruzou, Endrick escorou pro meio e Pec bateu na marcação. Na sobra, Maurício não desperdiçou e mandou para fundo das redes.

A Venezuela chegou ao empate aos 21 minutos. Rivas cruzou na área, Bolívar se antecipou a Arthur Chaves, que caiu na jogada, e bateu forte de canhota, deixando tudo igual.

Aos 26 minutos, Bolívar mandou uma bomba do meio da rua. A bola explodiu no travessão, bateu na linha e não entrou no gol.

A Venezuela era dominante. Aos 27 minutos, Riasco puxou o contra-ataque, tocou para Bolívar, que passou de calcanhar para Lacava. O atacante bateu de canhota e marcou o gol, contudo depois de revisão no VAR foi constatado o impedimento de Bolívar, pois teria interferido no arremate de Lacava.

O Brasil chegou ao gol da vitória aos 42 minutos, em lance de genialidade de Endrick. A joia do Palmeiras encontrou passe espetacular para Biro, que bateu entre as pernas do goleiro Rodríguez.

Endrick já pensa na Argentina: 'Foco é sairmos daqui classificados'

Foto: Joilson Marconne/CBF

Com a vitória, o Brasil ocupa a segunda colocação do grupo com 3 pontos, enquanto a Venezuela ocupa a última posição com 1 ponto.

Argentina 3×3 Paraguai

Argentina e Paraguai empataram em um jogo com muitas reviravoltas. Os paraguaios ficaram perto de conquistar a classificação, mas tomaram o gol de empate no último minuto.

A Argentina começou com tudo. Logo após a saída de bola, Castro recebeu passe de Almada e ficou cara a cara com o goleiro González, que cresceu e fez a defesa.

Aos 2 minutos, Medina cruzou para Solari na medida, para abrir o placar para a Argentina.

Aos 8 minutos, a Albiceleste fez boa jogada coletiva, Nardoni cruzou, Almada bateu e a defesa paraguaia mandou para escanteio.

Aos 41 minutos, o Paraguai chegou ao empate em cobrança de falta. Diego Gómez bateu forte, a bola desviou em Castro entrou no fundo das redes.

Na segunda etapa, o jogo teve ainda mais chances.

Aos 15 minutos, Almada tabelou com Castro, deu lindo drible no adversário e bateu colocado, mas González fez a defesa.

O Paraguai virou a partida aos 25 minutos. Diego Gómez deu passe para Duarte nas costas da marcação, que bateu forte para colocar o Paraguai na frente.

Imagem

Foto: X

Aos 27 minutos, Almada deixou Castro na cara do gol. O atacante chutou, mas parou em González, que fez grande defesa com os pés.

Aos 40 minutos, Flores deu carrinho, acertou a bola, mas em seguida deu com a sola na perna de Gondou e o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, Almada bateu no meio e deixou o jogo em 2×2.

Thiago Almada Argentina Venezuela Preolimpico Sub 23 05022024

Foto: GettyImages

Aos 45 minutos, o Paraguai ficou mais uma vez à frente no placar. Almada errou passe na defesa, Leguizamón tocou para Enso González, que passou pela marcação e bateu de cavadinha na saída do goleiro, marcando um golaço.

Quando tudo parecia definido, com o Paraguai garantindo sua classificação para Paris 2024, a Argentina não desistiu e conseguiu o gol de empate aos 51′, no último minuto. Almada arriscou de longe, o goleiro deu o rebote e Redondo apareceu para marcar, González ainda defendeu o primeiro arremate de Redondo, mas não conseguiu evitar o gol de empate da Argentina.

Com a igualdade no placar, O Paraguai ainda é o primeiro lugar no quadrangular com quatro pontos, enquanto a Argentina ocupa a 3ª colocação.

A última rodada no Pré-Olímpico será no dia 11 de janeiro e todas as seleções ainda podem garantir a classificação.

 

Escrito por Henry Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Futebol Internacional

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir