Vitória 1×3 São Paulo e 5ª rodada do Brasileirão

Vitória Luciano Brasileirão

O São Paulo se beneficiou da expulsão do zagueiro do Vitória no início da partida e venceu no Barradão.

Por conta das intensas chuvas no estado do Rio Grande do Sul, as equipes gaúchas não jogaram, portanto tiveram apenas 7 jogos na rodada.

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroInstagramFacebook e X.

Vitória 1×3 São Paulo

O São Paulo manteve a boa fase e venceu o Vitória fora de casa com dois gols de Luciano.

Logo nos primeiros minutos do confronto, Wagner Leonardo deu uma cotovelada em Calleri e, após mais de 7 minutos e análise no VAR, o árbitro expulsou o zagueiro do Vitória.

Com um jogador a mais praticamente desde o começo, o São Paulo dominou as ações da partida.

Aos 17 minutos, Rodrigo Nestor deu lindo drible em Zeca e cruzou. A bola chegou para Igor Vinícius, que finalizou da linha da pequena área, mas a bola bateu em PK e foi para escanteio.

Aos 21 minutos, Igor Vinícius cruzou e Michel Araújo cabeceou com perigo, perto da trave.

Aos 39 minutos, Luciano recebeu na ponta da área, tocou pro meio e Galoppo chutou para grande defesa de Lucas Arcanjo. No rebote, Igor Vinícius, bateu livre de marcação, na pequena área, mas acertou a trave, perdendo um gol inacreditável.

De tanto pressionar, o São Paulo abriu o placar aos 44 minutos. Igor Vinícius cruzou na medida e Luciano mandou de peixinho pro fundo das redes.

Na volta para o segundo tempo, o Vitória empatou o confronto logo aos 3 minutos. Matheusinho cobrou escanteio no primeiro pau e Willian Oliveira subiu sozinho para cabecear. Rafael ainda encostou na bola, mas não evitou o gol.

O Tricolor reagiu rápido e voltou a ficar à frente aos 7 minutos. Nestor deu belo passe para Michel Araújo, que tocou para Luciano bater rasteiro de primeira e marcar.

Aos 35 minutos, Galoppo recebeu na ponta direita da área, deu um lindo corte na marcação e tocou para o jovem Rodriguinho, que teve uma grande oportunidade de marcar seu primeiro gol como profissional, mas isolou.

O São Paulo definiu o confronto aos 38 minutos. Arboleda desviou a cobrança de escanteio, Calleri quase marcou e a defesa tirou em cima da linha. No rebote, o zagueiro Ferraresi teve a frieza de um atacante, limpou o marcador dentro da área e bateu de bico no ângulo, para dar números finais ao confronto.

Com a vitória, o São Paulo subiu mais posições no Brasileirão, enquanto o Vitória segue na zona de rebaixamento.

Vitória 1 x 3 São Paulo: veja gols e melhores momentos pelo Brasileiro - Rádio Itatiaia

Foto: Divulgação/São Paulo

Fluminense 2×2 Atlético-MG

Fluminense e Atlético-MG fizeram um grande confronto em Cariacica, com a estrela de Vargas, que em seu primeiro toque na bola diminuiu e posteriormente empatou para o Galo.

O Fluminense abriu o placar aos 3 minutos. Marquinhos avançou com muita velocidade pela direita, invadiu a área e tocou para Cano empurrar a bola para o gol vazio.

Aos 18 minutos, Paulinho tabelou com Hulk, ficou cara a cara com o goleiro e tentou o gol por cobertura, mas Fábio fez boa defesa.

Aos 15 minutos do segundo tempo, Everson errou feio na saída de bola, Alexsander ficou com a posse e tocou rapidamente para Renato Augusto, que bateu na saída do goleiro e ampliou para o Tricolor das Laranjeiras.

Quando o jogo parecia definido, Gabriel Milito promoveu as entradas de Igor Gomes e Vargas. O chileno precisou de menos de 10 segundos para receber o passe de Igor Gomes, bater cruzado e diminuir para o Galo.

Aos 33 minutos, Arana cruzou na medida, Vargas se antecipou e cabeceou para deixar tudo igual em Cariacica.

Com o empate, o Galo perdeu a chance de terminar a rodada na liderança, enquanto o Fluminense ocupa uma zona perigosa no campeonato.

Vargas, atacante do Atlético, comemora gol sobre o Fluminense

Foto: Pedro Souza/Atlético

Bragantino 1×1 Flamengo

Bragantino e Flamengo fizeram um jogo equilibrado, com boas chances para ambas equipes.

Aos 20 minutos, Luan Cândido fez falta em De La Cruz e o árbitro apresentou o cartão vermelho direto, contudo, após revisão no VAR, constatou-se falta do uruguaio em Pedro Henrique, no início da jogada, e a expulsão foi anulada.

O Bragantino abriu o placar aos 29 minutos. Gustavinho cobrou escanteio, Pedro Henrique subiu muito alto e cabeceou no ângulo, sem chances para Rossi.

Aos 3 minutos da segunda etapa, De La Cruz carregou a bola sozinho desde o meio campo e cara a cara com Cleiton acertou o travessão.

Aos 6 minutos, Eric Ramires recebeu na entrada da área, bateu colocado com muito estilo e acertou o travessão.

Aos 25 minutos, Gerson lançou para Léo Pereira dentro da área, que escorou para o meio. Bruno Henrique apareceu livre e cabeceou de dentro da pequena área, mas Cleiton fez uma defesa antológica.

O Flamengo empatou aos 33 minutos. De La Cruz deu lindo lançamento para Bruno Henrique, que bateu entre as pernas de Cleiton.

Com o empate, as equipes ocupam posições parecidas no Brasileirão, com apenas 1 ponto de diferença, em favor do Bragantino.

Léo Ortiz e Bruno Henrique - Bragantino x Flamengo

Foto: Diogo Reis/AGIF

Corinthians 0x0 Fortaleza

Apesar do empate sem gols na Neo Química Arena, o Corinthians fez uma boa partida, mas esbarrou em uma atuação de gala do goleiro João Ricardo.

Aos 14 minutos, Pochettino deu um lançamento perfeito para Breno Lopes, que cara a cara com Carlos Miguel, mandou pra fora.

Aos 23 minutos, Wesley cruzou na medida e Raniele cabeceou de dentro da pequena área. No reflexo, João Ricardo fez uma defesa espetacular com o braço.

Aos 33 minutos, Romero cobrou falta com categoria e acertou a rede pelo lado de fora, arrancando suspiros da torcida.

Aos 7 minutos da segunda etapa, Garro deu bom passe Hugo. Dentro da área, o lateral bateu de canhota, João Ricardo fez a defesa e a bola bateu na trave.

Aos 9 minutos, Matheuzinho cobrou escanteio, Félix Torres cabeceou pro chão e João Ricardo fez outra grande defesa.

Aos 34 minutos, Moisés fez grande drible deixando 2 marcadores pra trás, invadiu a área e bateu tentando tirar do goleiro, mas Carlos Miguel mandou para escanteio.

Apesar do empate sem gols, as duas equipes, principalmente o Corinthians produziram para marcar. Fortaleza e Corinthians ocupam a segunda metade da tabela, na 12ª e 14ª posição respectivamente.

Matheuzinho sai na cara de João Ricardo, mas não consegue superá-lo

Foto: FABIO MOREIRA PINTO/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

Athletico-PR 1×0 Vasco

Apesar do placar magro, o Athletico-PR foi extremamente superior ao Vasco durante todo o confronto e a expulsão de Hugo Moura no começo do primeiro tempo permitiu que o jogo ficasse ainda mais controlado.

Aos 10 minutos, Zapelli levantou a bola na área e Erick cabeceou na trave.

Aos 15 minutos, Zapelli ficaria cara a cara com o goleiro, mas sofreu a falta de Hugo Moura, que foi expulso no ato. Na cobrança da falta, Pablo acertou o travessão.

O Furacão marcou o gol solitário da partida aos 25 minutos. Gamarra deu belo passe para Esquivel, que cruzou e Erick mandou pro fundo das redes.

Aos 20 minutos da segunda etapa, João Victor fez grande jogada individual e tocou para Vegetti mandar pro fundo das redes. Porém, o argentino estava em posição irregular e o gol foi anulado.

Com a vitória, o Athletico-PR assumiu a liderança do Brasileirão, enquanto o Vasco segue na zona de rebaixamento.

Erick marcou contra o Vasco, pelo Brasileirão

Foto: Du Caneppele/Pera Photo Press

Botafogo 1×2 Bahia

O Bahia surpreendeu e venceu o Botafogo no Nilton Santos, em um confronto de alto nível.

Aos 7 minutos, o Botafogo fez uma boa triangulação e Luiz Henrique mandou pro fundo das redes, mas ele estava em posição irregular e o gol foi anulado.

Aos 37 minutos, Santiago Arias cruzou, Everaldo cabeceou da pequena área e John fez um milagre.

Aos 42 minutos, Juba cobrou falta, Arias dominou e chutou. Depois de análise no VAR, se observou o toque na mão de Hugo e o árbitro marcou a penalidade máxima. Everaldo bateu com muita qualidade, no ângulo e abriu o placar para o Bahia.

No primeiro minuto do segundo tempo, o Botafogo chegou ao empate, mas o gol foi novamente anulado, dessa vez em um impedimento milimétrico.

Aos 18 minutos, o Fogão finalmente empatou. Marlon Freitas tentou chutar, mas a bola sobrou para Jeffinho, que dominou e bateu de voleio.

Aos 40 minutos, Carlos de Pena deu um passe espetacular para Rafael Ratão, que cara a cara, teve tranquilidade para driblar John e mandar pro fundo das redes.

Com a vitória, o Bahia assume a vice-liderança do Brasileirão, enquanto vem logo atrás na terceira posição.

Everaldo e Caio Alexandre comemoram gol do Bahia sobre o Botafogo no Brasileirão

Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Cuiabá 0x2 Palmeiras

O Palmeiras venceu com tranquilidade o Cuiabá, que ainda não somou 1 ponto sequer no campeonato.

Aos 6 minutos, Luis Guilherme ajeitou de cabeça e Endrick pegou de primeira, mas mandou por cima do gol.

O Palmeiras abriu o placar na bola aérea. Aos 45 minutos, Luis Guilherme balançou sobre a marcação e cruzou para Lázaro cabecear pro gol.

Aos 10 minutos da segunda etapa, Fernando Sobral arriscou de muito longe e com endereço, mas Weverton fez ótima defesa.

Aos 11 minutos, Endrick puxou contra-ataque, tabelou com Luis Guilherme e ficou cara a cara com Walter, que fez a defesa.

Aos 23 minutos, Estêvao fez grande jogada individual, foi derrubado por Denilson dentro da área e o juiz marcou o pênalti. O próprio garoto foi para cobrança e bateu com maestria, no ângulo, dando números finais ao confronto.

Com a derrota, o Cuiabá se mantém na lanterna do Brasileirão, enquanto o Palmeiras fica na 6ª colocação.

Foto: Lance!

Tabela Brasileirão

Classificação da 5ª rodada da Série A

 

Escrito por Henry Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Brasileirão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir