Gabigol se torna o maior artilheiro brasileiro da Libertadores

Gabigol breaks record

A fase não é das melhoras, mas Gabigol, Gabi ou Gabriel Barbosa, não se cansa de quebrar recordes. Diante do Racing, pela fase de grupos, ele se tornou o maior artilheiro brasileiro da Libertadores, superando o pentacampeão mundial, Luizão.

Gabigol marca, mas Flamengo cede empate ao Racing e fica na vice-liderança do Grupo A na Libertadores

Gabigol e a Libertadores da América

A relação de amor entre Gabriel Barbosa e a Libertadores da América vem se estendendo há algum tempo.

O centro avante, marcante por ser um jogador extremamente decisivo, tem diversas atuações memoráveis na história da competição.

Sua estreia na competição foi no dia 1 de março de 2018. À época, Gabi defendia as cores do Santos e nesta data sua equipe formadora foi derrotada por 2×0 pelo Real Garcilaso, fora de casa.

Gabigol marcaria seu primeiro gol na competição em 25 de abril de 2018, na mesma competição, ao marcar um dos gols do Peixe no triunfo de 2×0 sobre o Estudiantes de la Plata.

O primeiro tento teve sua marca, carregando a bola em velocidade pelo lado direito e definindo de perna esquerda na saída do goleiro. Contudo, isto seria apenas um aperitivo sobre o que estava por vir.

Gabigol desencanta, Santos vai bem e encaminha classificação na Liberta | LANCE!

Naquela edição, o Santos foi precocemente eliminado nas oitavas pela alegada escalação irregular de Carlos Sanchez, que gera controvérsias até hoje, e Gabriel fez apenas este gol.

Entretanto, chegaria o ano de 2019, sua mudança para o Flamengo e o início de sua saga de triunfos na competição.

Já no primeiro jogo, contra o San José, Gabriel fez seu primeiro gol pela Flamengo em Libertadores, no dia 05 de março de 2019 e assim seguiu.

A equipe mágica comandada por Jorge Jesus chegou à final, sendo uma das mais espetaculares da história da Libertadores. O Flamengo perdia por 1×0 até os 90+3′, até que Gabriel empata o jogo e apenas 2 minutos mais tarde faz o gol da vitória, dando ao Flamengo um título que não vinha desde 1981, com Zico e companhia.

Gabigol marca dois nos instantes finais e dá o bi da Libertadores ao Flamengo

Incrivelmente, ele marcou 9 gols naquela edição, balançando as redes em todas as fases eliminatórias da competição, evidenciando sua fama de jogador decisivo.

Em 2020, uma Libertadores para esquecer. O Flamengo foi eliminado pelo Racing, nas oitavas de final, e Gabigol marcou 2 gols.

Já em 2021, mais uma atuação de gala. O centro avante flamenguista marcou incríveis 11 gols na competição, levando o Flamengo a mais uma final de Libertadores.

Apesar da performance absolutamente histórica, o Flamengo foi derrotado na prorrogação pelo Palmeiras, que se sagrava tricampeão da Liberta, ganhando dois títulos consecutivos.

Gabriel, inclusive, marcou o gol de empate daquele jogo, mas Deyverson, o popular Deyvinho, marcou na prorrogação e deu o caneco ao Palestra.

Gabigol, apesar de muito triste com a derrota do título chegou inclusive a declarar no Podepah Podcast que tinha absoluta certeza de que o Flamengo chegaria à final da Libertadores novamente, e desta vez seria campeão.

O atacante cumpriu com sua previsão. Em 2022, o Flamengo chegava à sua terceira final em 4 anos. Gabriel Barbosa marcou 6 gols no torneio e seu apetite por gols em finais não diminuiu.

O Rubro Negro carioca enfrentou o Furacão. O time do Athlético Paranaense chegava à segunda final do maior torneio continental da América, e comandados pelo lendário Luiz Felipe Scolari, ansiavam pelo primeiro título de sua história.

Contudo, o Flamengo contava com Gabriel, que aos 45+3′ completou o cruzamento e deu ao clube o tricampeonato.

Gabigol marca em 3ª final, Flamengo vence Athletico-PR e é campeão da Libertadores - SBT

A relação de Gabigol com a Libertadores é absurda não apenas pela quantidade de gols, sendo uma marca impressionante de 30, mas pelo fato do atleta ter feito gols em todas as finais que disputou. São 4 gols em 3 finais. Uma marca histórica, para dizer o mínimo.

Artilharia brasileira da competição

Conforme dito anteriormente, Gabriel ultrapassou a lenda Luizão, que tem 29 gols.

Luizão cobra festa pelos 15 anos da Libertadores do Vasco: 'Falta de respeito' - Vasco - Extra Online

Além de Luizão, Gabriel já havia deixado para trás outros craques do futebol brasileiro. Vejamos a lista:

  1. Gabigol – 30 gols
  2. Luizão – 29 gols
  3. Fred, Palhinha – 25 gols
  4. Célio Taveira – 22 gols
  5. Jairzinho – 21 gols
  6. Guilherme, Ricardo Oliveira, Bruno Henrique – 19 gols
  7. Rony, Marcelinho Carioca, Sérgio João, Tita – 18 gols
  8. Robinho – 17 gols
  9. Pelé, Jardel, Zico – 16 gols
  10. Alex, Leandro Damião – 15 gols

Artilharia total da competição

Não é segredo que as equipes brasileiras não davam a importância necessária à Libertadores nos primórdios da competição. Isto pela logística complicada, manipulação de árbitros e resultados, bem como a violência praticada pelas equipes contra os brasileiros.

Portanto, os brasileiros ainda aparecem muito atrás de outros craques Sulamericanos. Confira a lista:

  1. Alberto Spencer – 54 gols
  2. Fernando Morena e Pedro Rocha – 37 gols
  3. Daniel Onega – 31 gols
  4. Julio Morales, Gabigol – 30 gols
  5. Antony de Ávila, Juan Carlos Sarnari, Luizão, Luis Artime – 29 gols

Alberto Spencer, equatoriano, ídolo e multicampeão da Libertadores pelo Peñarol tem a marca incrível de 54 gols.

Alberto Spencer, o maior goleador da Libertadores da América! - Lendas do Futebol

Será que Gabriel será capaz de chegar a estes números? Lembrando que Gabigol tem apenas 26 anos.

Qual a sua opinião?

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroexclusivosInstagramFacebook e Twitter

Escrito por Vitor F L Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Futebol Internacional

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir