Inter vence Grenal 440 e se recupera de derrota na Libertadores

Inter vence Grenal 440 e se recupera

O Internacional venceu o maior clássico do Brasil, o Grenal, contra seu grande rival, o Grêmio, por 3×2 uma partida eletrizante disputada no Beira-Rio.

Imagem: Instagram Internacional – R. Duarte

Contexto do jogo

Não é necessário contemporizar sobre a rivalidade entre Internacional e Grêmio, que pelo menos para nós, é a maior entre os clubes brasileiros.

A maneira com que os dois clubes chegavam para esta partida era distinta.

O Grêmio vem muito bem no Brasileirão, de modo que, mesmo com a derrota de ontem, conseguiu manter o 3o lugar, que já ocupava antes da partida.

Claramente o objetivo do Grêmio era sair vencedor e se tornar vice-líder, já que o Red Bull Bragantino apenas empatou com Athlético Paranaense, por 1×1, na Arena da Baixada.

Já o Internacional vinha de uma eliminação muito traumática. O Colorado não vem bem no Campeonato Brasileiro, e está flertando com a zona de rebaixamento.

Agora, na 12a posição, uma derrota do Clube do Povo poderia significar ficar a apenas 2 pontos do primeiro time da zona, o Vasco, que tem 27.

Portanto, a pressão que recaía sobre os ombros dos jogadores Colorados era enorme. Mas a recíproca era verdadeira.

Nada melhor que um Grenal para apagar uma eliminação sofrida numa semifinal de Libertadores e os comandados de Chacho Coudet entenderam esse recado e a responsabilidade muito bem, ainda que cometendo alguns erros que devem ser evitados.

O Grenal 440

Sabendo da necessidade absoluta de um resultado positivo, seja pela classificação no Brasileirão, seja para evitar uma revolta generalizada de sua torcida, o Inter imprimiu um ritmo de jogo muito forte desde o início da partida.

O resultado desta pressão inicial foi o gol, logo aos 5′ de jogo. Curiosamente feito por aquele que foi do céu ao inferno nas últimas semanas.

Enner Valencia, craque de Copa do Mundo pela seleção do Equador, foi marcado pela torcida como um dos responsáveis por levar o clube à semifinal da Libertadores. Por outro lado, ficou marcado também como um dos responsáveis diretos pela eliminação diante do Fluminense, por ter perdido quatro chances claras de gol na partida decisiva.

O centroavante Colorado disputa a bola com a zaga do Grêmio, o que faz com que a bola sobre de frente para o atacar. Alan Patrick serve Enner, que vinha entrando em velocidade. O equatoriano bate, Grando defende, mas a bola se oferece para ele novamente, com o gol aberto, abrindo o placar para o Inter.

Imagem: Instagram Internacional – R. Duarte

O Inter continuou a ser a equipe com a melhoras oportunidades da partida e foi dominante no primeiro tempo todo. Apesar disto, destaca-se um lado negativo. As chances claras caíram nos pés de Enner Valencia, sempre muito bem posicionado, é verdade. Entretanto, perdeu duas boas oportunidades, sendo uma delas cara-a-cara com o goleiro gremista.

Situações como estas não podem ser desperdiçadas, vez que na maioria das vezes farão falta no decorrer da partida, o que quase aconteceu no Grenal 440.

Valencia deve ter tranquilidade e consciência de sua capacidade de marcar gols, que é indiscutível. Este foi seu primeiro gol no Brasileirão, e muitos outros podem sair.

O Inter voltou para o segundo tempo com a marcação pressão e foi assim que nasceu o segundo gol. Logo aos 48′, Renê, que também foi duramente criticado pela torcida pela eliminação na Libertadores, tendo perdendo duas bolas que resultaram em dois gols no jogo de ida, desarmou Galdino de forma magistral.

Como se não bastasse, o desarme do lateral Colorado serviu Wanderson. O extremo fez prevalecer sua especialidade, partindo para jogada individual, driblando dois jogadores do Grêmio e chutando rasteiro, para aumentar o placar. Inter 2 x 0 Grêmio.

 

Até os 55′, o Inter ainda teve mais duas oportunidades criadas e finalizadas de dentro da área do Grêmio, mas não convertidas.

Assim, aos 66′, numa bola alçada pelo Tricolor Gaúcho na área dos donos da casa foi mal afastada pela defesa, sobrando para o lateral João Pedro, que não titubeou e bateu de esquerda, de fora da área.

O chute saiu fraco e no meio gol, mas o Grêmio pôde contar com uma rara falha de Rochet, que vem sendo um dos destaques da equipe desde sua chegada. O Grêmio diminuía a vantagem.

Provavelmente, um certo nervosismo deve ter tomado a mente dos jogadores Colorados. Será que mais uma vez eles não seriam capazes de manter a vantagem construída?

Não foi o que aconteceu. Apenas um minuto após o gol do Grêmio, Maurício faz bela jogada e toca para Allan Patrick, dentro da área, que finaliza na saída de Grando. Inter 3 x 1 Grêmio.

Inter vence Grenal 440 e se recupera

Imagem: Instagram Internacional – R. Duarte

Contudo, o Grenal 440 ainda não havia acabado. Numa montanha-russa de emoções e apenas três minutos após o gol do Inter, o eterno craque, Luis Suárez, tem uma falta de longa distância para ser cobrada.

Rochet arma a barreira, que se abre exatamente no local em que a bola passa, deixando Rochet sem reação. Aos 73′, Luisito marcava mais um gol com a camisa gremista e mais uma vez num Grenal.

Embora os gols tenham sido muito próximos, esse foi o gás final das equipes. O Grenal 440 termina com vitória Colorada.

O Inter respira na luta contra o rebaixamento e o Grêmio vê a possibilidade de assumir a vice-liderança se esvair.

Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro das novidades do futebol estrangeiroInstagramFacebook e Twitter.

Escrito por Vitor F L Miller.

Artigos Mais Recentes
Tags: Brasileirão

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir